Projecto de Execução da ETA da Magra

Código do Processo: 714.17

Desenvolvimento do projecto de execução da Estação de Tratamento de Água da Magra.

Dono da obra: Águas Públicas do Alentejo, S.A.

Cliente: Domingos da Silva Teixeira, S.A.

Local: Albufeira da Magra, Baleizão, Beja

Ano: 2017-2018

Duração do contrato: 18 Meses

Principal objectivo:

Elaboração do projecto de execução da ETA da Magra. O projecto da ETA da Magra foi desenvolvido com base  numa solução de tratamento compatível com uma água bruta do tipo A3, ou seja, solução que incorpora tratamento físico-químico, de afinação e desinfecção. Construção de uma Estação de Tratamento de Águas para a cidade de Beja para um caudal a trata de 4.978 m3/dia

A fase líquida, com duas linhas de tratamento em paralelo, compreende vários processos, nomeadamente:

- Correcção de pH – adição de dióxido de carbono em câmaras de contacto;

- Pré-oxidação – adição de ozono em câmaras de contacto;

- Coagulação – adição de coagulante em câmaras de mistura rápida;

- Correcção de agressividade – adição de leite de cal em câmaras de mistura rápida;

- Sedimentação (linha principal) – decantadores de manto de lamas com enchimento por pulsação;

- Floculação (linha secundária) – adição de floculante em câmaras de mistura lenta;

- Sedimentação (linha secundária) – flotadores por ar dissolvido;

- Filtração – filtros rápidos de areia;

- Oxidação intermédia – adição de ozono em câmaras de contacto;

- Filtração final – filtros gravíticos de carvão activado granulado;

- Desinfecção – adição de água clorada, a partir de cloro gasoso, no reservatório de água tratada;

- Afinação final de pH – adição de água de cal no reservatório de água tratada.

 

Por sua vez, para a fase sólida, as etapas consideradas são as seguintes:

- Equalização de lamas;

- Espessamento gravítico em espessador com ponte raspadora;

- Desidratação mecânica de lamas espessadas em centrífuga;

- Armazenamento de lamas desidratadas em contentor.