Jornadas Técnicas 2018

2018-11-30

re)Inovar, (re)Inventar, (re)Investir no Sector da Água foi o mote da edição de 2018 das Jornadas Técnicas da CTGA, que decorreram no Convento de São Francisco em Coimbra no dia 29 de Novembro com a presença de elevado número de participantes em representação de instituições e empresas com interesse no Sector da Água.

A abrir as Jornadas o Eng.º Hugo Sabino, técnico superior da empresa, apresentou a conferência subordinada ao tema Aplicação da modelação matemática na optimização de processos de tratamento na óptica da eficiência energética – um Caso de Estudo: ETAR de Gaia Litoral a que se seguiu a intervenção do Eng.ºJoão Dinis que apresentou o tema Inovação na gestão de efluentes industriais – um Caso de Estudo.

Seguiu-se a conferência Cogeração de Alta Eficiência – Rumo à Neutralidade Energética em ETAR apresentada pelo Eng.º Josep Rubau, Gestor de Projectos da empresa alemã 2G Energy AG tema que teve presente um dos elementos fundamentais da Economia Circular.

Após o almoço oferecido aos participantes pela Gerência da CTGA, que decorreu na Sala Conventual do Convento de São Francisco, o Programa da tarde iniciou-se com a conferência proferida pelo Eng.º Diogo Faria de Oliveira, Presidente do Grupo de Apoio à Gestão do PENSAAR 2020 que apresentou uma Reflexão sobre o PENSAAR 2020 e neste âmbito dissertando sobre as metas propostas e estado de realização das mesmas, conferência que motivou diversas intervenções dos participantes interessados nas informações partilhadas pelo orador.

Para falar do LIS-Water – Centro de Excelência para a Água as Jornadas Técnicas 2018 contaram com a presença do seu responsável máximo, Eng.º Jaime Melo Baptista que apresentou detalhadamente as linhas mestras do Centro de Excelência que irá marcar o Sector da Água em Portugal e, sobretudo, internacionalmente enquanto centro de valorização e transferência de tecnologia.

Seguiu-se a cerimónia de assinatura do Protocolo de Adesão da CTGA ao LIS-Water – Centro de Excelência para a Água que assim passou a integrar oecossistema do LIS-Water então constituído por 109 organizações de alguma forma associadas, 85% portuguesas, 11% estrangeiras e 4% internacionais, cujos perfis (governos, organizações internacionais, administração pública, universidades e centros de investigação, serviços públicos de água, associações da água, outras associações, empresas privadas e media) cobrem todas as áreas de actividade do LIS-Water e abrangem geograficamente os cinco continentes

As Jornadas Técnicas 2018 concluíram-se com um Porto de Honra servido aos participantes convidados na Sala Conventual do Convento de São Francisco.